icones insta.png
icones fan.png
MARCA ITEGO2.png
icones yout.png
icones twitt.png
1PARA-REDES-SOCIAIS.jpg

Em sua 3ª edição,

o Seminário Goiano de Produção tem como finalidade aproximar estudantes, professores e produtores culturais a fim de discutir a importância do exercício profissional do produtor dentro da cena cultural e artística do estado de Goiás. Teremos palestras com convidados nacionais e regionais e oficinas com os alunos do curso de Produção Cênica e comunidade externa.

1programação.jpg

Debatedores

DIA 10/10 – QUINTA-FEIRA

Foto_Décio_Coutinho.jpeg

Décio Tavares Coutinho

Gestor de projetos com ênfase em Cultura e Criatividade.

Administrador de Empresas e Mestre em Gestão do Patrimônio Cultural (2005, PUC-GO) com ênfase em Antropologia. Pós-graduado em Gestão e Políticas Culturais, pela Universidade de Girona-Espanha. Especialista em “Sociedades Pós-industriais e Organizações Criativas”, realizada em Roma-Itália na S3 Studium, com o sociólogo Domenico de Masi e em “Economia Criativa” na Fundação Barcelona Media, Barcelona-Espanha.

Desde 2001 atua em projetos de cultura, criatividade e turismo.

1Foto-José-Loures-Crédito-Cibele-Gil.jpg
Cibele-Gil

José Loures

Artista multimídia com produção em temáticas contemporâneas, como: redes sociais, cibercultura e videogames. Desde 2011 trabalha na linguagem da arte computacional, histórias em quadrinhos, web arte, fake arte e game arte. Mestre em Arte e Cultura Visual, pelo Programa de Pós-graduação em Arte e Cultura Visual - UFG. Também já teve obras censuradas devido ao conteúdo poético. Atualmente doutorando e bolsista CAPES no Programa de Pós-graduação em Artes Visuais pelo Instituto de Artes - UnB. Em sua tese em desenvolvimento defende a hipótese que considera que a sexualidade nos games está presente em todas as categorias, desde o seu modus operandi, no gameplay, publicidade, os aspectos visuais e sensoriais e por fim, na relação com o usuário/jogador. Sua pesquisa se volta para a gamearte e suas variações analógicas e digitais.

Carlinhos P.O. BOX

Carlinhos Santos, o Carlinhos P.O. BOX, é músico profissional há 40 anos. Nesse período, desenvolveu trabalhos em variadas áreas como cantor em bandas de bailes, estúdios, professor de música, cantor em trilhas de teatro, compositor e produtor de jingles, back vocal em estúdios e acompanhando e produzindo artistas dos mais variados estilos. É cantor, compositor, produtor e diretor artístico e musical e escritor. Formou as bandas Neschiville e P.O. BOX. Esta última vendeu mais de um milhão de discos e fez shows por todo Brasil e tournées por EUA e Japão. Após encerar as atividades com a banda, passou a desenvolver projetos especiais, como a banda QWERT e o projeto lítero-musical "Contando e Cantando o Cerrado Brasileiro". Com este projeto, além de shows, o artista faz também palestras. 

Em 2012 criou o projeto Canções Que Ouvimos e Gostamos de Cantar, em CD, DVD e shows, onde interpreta grandes clássicos do cancioneiro nacional e internacional. Em sua carreira, Carlinhos já gravou 10 álbuns e 4 DVDs. Atualmente, prepara o lançamento de mais um disco, com participações de músicos como Mingau (Ultraje a Rigor), Arnaldo Brandão (A Bolha, Brilho, Hanoi-Hanoi) e Eric Noves (A-Ha). E está em fase de seu primeiro livro.

Foto Carlhinhos POBOX.jpg
Foto Paulo Rolim.jpg

Paulo Rolim

Produtor Cênico da primeira turma do Curso Superior de Tecnologia em Produção Cênica no Itego Basileu França

- Editor do blog literário Crônica & Seresta;

- Palestrante sobre literatura brasileira – crônica e poesia – em escolas da rede pública e privada;

- Assessor de comunicação e auxiliar de produção do Espetáculo “Carmen Y Carmen” escrito e dirigido por Jonatas Tavares em Junho de 2014;

- Produtor executivo dos shows de Fernando Perillo & Banda Kalunga “Trinta anos esta noite” dentro do projeto Circuito Universitário

- Atualmente apresenta o Programa Rádio Livre da Rádio Bandeirantes no qual abre espaço para artistas e produtores locais

DIA 10/10 – QUINTA-FEIRA

Foto Claudinha Fernandes.jpg

Claudinha Fernandes

Pós-Graduada com Especialização em Produção e Gestão de Projetos Culturais pela Universidade Federal de Goiás – UFG e Curso Superior de Tecnologia em Eventos pela Pontifícia Universidade Católica – PUC Goiás, Especialista em Comunicação Empresarial e Mídias Digitais – MBA (Ipog). Produtora de vários espetáculos na área de Teatro, Dança, Vídeos e Música. Coordena produções de Festivais Internacionais e Nacionais de Dança, Teatro, Cinema e Música. Atua em produções de filmes, gravação de DVDs, lançamento de Cds e eventos culturais. Professora de Produção Cultural no projeto Bastidores e executa palestras em Universidades sobre gestão e produção cultural.Gerente da Difusão Artística da AGEPEL (Agência goiana de Cultura do Governo do Estado de Goiás) de 2001 até Janeiro de 201. Social Media e Proprietária da Claudinha Fernandes Produções que atende na área de Produção Cultural, Agenciamento de Artistas, Design e Comunicação.

Fernanda Fernandes

Formada no curso superior de Tecnologia em Produção Cênica – Instituto Basileu França – Goiânia/GO. Proprietária da F2 Produções. Experiência em gestão e produção de projetos artísticos e culturais - peças teatrais, festivais, temporadas, mostras, performances, eventos e shows (atuando como atriz e produtora), divulgação e acompanhamento de projetos artísticos, habilidade em gestão de pessoas

Foto Fernanda Fernandes 2.jpg
Foto_João_Lucas.jpg

João Lucas

Proprietário da Fósforo Cultural. A produtora há 13 anos se mantém firme e acompanha as mudanças e tendências do mercado, da produção cultural e do cenário político. É muita história para contar. Do Orkut ao MSN, passando pelas festas agitadas da Ziggybox, no Setor Oeste. A Fósforo fez acontecer e solidificou a rainha do rock Festival Vaca Amarela. Criou intercâmbios com artistas de outras nações no La Bomba Latina.

Maneco

Diretor do Circo Laheto, que pertence à Rede Circo do Mundo Brasil, e é uma ONG que atende, gratuitamente, crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade econômica. Oferece aulas de práticas circenses (como malabarismo, perna de pau e palhaçaria), percussão, leitura e contação de histórias, teatro e matemática. Em decorrência de sua larga atuação em defesa dos direitos humanos desde o início de sua trajetória, O Circo Laheto através de seu atual presidente Maneco Maracá foi homenageado com a entrega da Medalha do Mérito Legislativo Pedro Ludovico Teixeira pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, Mauro Rubem e pelo membro da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, Pedro Wilson, em sessão solene na Assembleia Legislativa de Goiânia - GO, em 10 de dezembro de 2010.

Foto Maneco Maraca.jpeg
Foto Bulacha.jpg

Jhony Robson dos Santos Produtor Cultural - Palhaço Bulacha

O produtor Cultural e artista popular Jhony Robson conhecido pelo Vulgo Bulacha é idealizador e um dos realizadores do Encontro Goiano de Malabares e Circo.

Atua diretamente na cena do circo teatro goiano, e pelo Brasil a fora participando de produções de alguns eventos de Circo e música, além do encontro Goiano de malabares e circo que e realizado consecutivamente 13 anos desde o ano de 2007, também produziu o evento Malabariando,   Variete Matias Galindez no Beco da Codorna 2018/12019, também atuou na produção do Encontro de palhaços de Anápolis, Mostra competitiva JR Malabaris, circulação Paulistana no projeto Biblioteca Viva.

Aprendeu a fazer produção no fazer diário, assim realiza um dos eventos mais expressivos na cena circense do Brasil, participou da Produção do Anjos do Picadeiro 2018. 13º Encontro Goiano de Malabares e Circo.