icones insta.png
icones fan.png
icones yout.png
icones twitt.png

Sabe-se que a cultura é algo que gera lucro e, portanto, contribui financeiramente para as pessoas que a promovem, assim como para a sociedade. Dentre os assuntos abordados, destaca-se a importância da economia da cultura e de que forma a cultura pode servir como estratégia para alavancar a economia, especialmente em um momento de crise, como o que vivenciamos atualmente, ocasionado pela pandemia da Covid-19.

Cabe salientar que essa transmissão ao vivo, assim como todas das demais áreas da Escola (Artes Visuais, Arte Educação, Arte e Inclusão, Circo, Dança, Música – incluindo os grupos sinfônicos, Produção Cênica e Teatro), são estritamente de cunho pedagógico. O objetivo, portanto, é promover e disseminar o processo de ensino e aprendizagem.

O evento online contará com a participação da professora de artesanato sustentável do Basileu França e artesã, Eliane Paniago, e da professora de artesanato – vidro em fusão do Basileu França e artista visual, Maria Aline, sob mediação do diretor, produtor, ator e professor do Basileu França, Rafael Blat.

Ao longo do tempo, o conceito de economia criativa tem sido bastante difundido na sociedade e tem possibilitado, a muitas pessoas, a geração de uma renda extra, ou, até mesmo, de uma renda principal. Isso porque ela permite que seja gerado um valor econômico agregado às ações criativas, culturais e intelectuais.

Nesta live haverá a participação da presidente do Instituto Arte e Inclusão, Francis Santana; da artesã, artista plástica e arteterapeuta, Ivone Cunha; do professor, especialista, diretor, cenotécnico e ator, Thiago Santana; e da professora, especialista e coordenadora de Arte Inclusão da Escola do Futuro em Artes Basileu França, Gilvana Machado, que será a mediadora da roda de conversa.

Além de abordar o ensino da Arte para pessoas com deficiência, a live abrangerá o histórico da Inclusão no Basileu França; a importância de conhecer o aluno, bem como suas necessidades e/ ou habilidades, a fim de adequar a metodologia e prover recursos que possibilitem o desenvolvimento criativo e estético desse aluno; e o ensino do Teatro a partir do projeto Arte e Inclusão, com as metodologias de ensino utilizadas, a partir das experiências de montagem de espetáculos teatrais.  

A transmissão ao vivo trará uma roda de conversa entre as convidadas Edna Vieira - doutora em Educação, mestre em Música, musicista e psicóloga; e Gilka Martins – doutora em Educação, professora e musicista; sob mediação de Lóide Magalhães – mestre em Música, musicista e diretora da Escola do Futuro em Artes Basileu França, a maior Escola de formação em Artes da América Latina.

 

Conforme o tema sugere, a programação será pautada na importância da música no processo de cognição infantil. Serão abordados, portanto, as funções cognitivas, como a atenção, a percepção, a memória, as emoções, a coordenação motora e a linguagem, entre outros assuntos pertinentes.

Nesta edição, em especial, o projeto conta com a participação da diretora do maior instituto de formação em Artes da América Latina - o ITEGO em Artes Basileu França, a mestra em Música Lóide Magalhães, e do diretor de um dos principais institutos de Artes do Centro-Oeste - o Instituto de Educação em Artes Gustav Ritter, o psicólogo, psicanalista e administrador em Recursos Humanos, Edmar Carneiro.

A atração dá continuidade às comemorações dos 13 anos do Balé do Teatro-Escola Basileu França. Os balés Neoclássicos e Contemporâneos foram criados por coreógrafos reconhecidos nacional e internacionalmente, associando caminhos, sentimentos e sensações com a música e o corpo.

Os coreógrafos envolvidos são: Binho Pacheco, Carolinne Segurado, Ederson Xavier, Fabiano Lima, Harry Gavlar e Rafael Zago. Todos têm diversas outras experiências na produção de trabalhos desenvolvidos para renomadas Cias e atuam na direção de arte, produção e coreografia.

A transmissão ao vivo tem como objetivo apresentar o ITEGO em Artes Basileu França, o maior instituto de formação em Artes da América Latina, para todo o Brasil e para o mundo. Por meio da Direção e da Coordenação Pedagógica, serão abordados aspectos e características importantes sobre as diversas áreas de formação do Instituto, como: Arte Educação, Arte Inclusão, Artes Visuais, Circo, Dança, Música e Grupos Sinfônicos, Superior de Tecnologia em Produção Cênica e Teatro. Além disso, haverá a participação dos coordenadores de cada área, a fim de fazer com que o processo de comunicação seja esclarecedor, e da gerente de gestão da Rede ITEGO, Michely Ferreira Simões.

Com a participação de bailarinos e músicos do ITEGO Basileu França e da OSGO foi possível idealizar montagens cenográficas, por meio do uso dos acervos de figurino, sonoplastia e filmagem contemporânea do Instituto. Dessa forma, promovemos um processo alternativo de reinvenção, a fim de poder oferecer ao público apresentações diversas de tango, música brasileira, argentina, uruguaia, entre outras.

Esta edição contará com a participação de profissionais que vivem a cidade e suas várias possibilidades de comunicação, além de outras formas de se relacionar com a Arte, a cultura, a política e a formação. São eles: a fotógrafa Layza Vasconcelos, com seu olhar e presença sensível por meio da fotografia; o jornalista Pablo Kossa, que conta com o carisma de milhares de ouvintes em suas participações como debatedor e comentarista em programas de Rádio; e a professora Sthephane Godoi, cuja carreira é baseada na qualificação em estudos da Arte e mídia digital.

O objetivo da programação online é tratar a comunicação como direcionamento entre as relações profissionais e, antes de tudo, humanas, em que cada um desempenha um papel importante na sociedade ou em suas relações micros, dentro de um universo macro, que tem nos proporcionado experimentações diversas.

Basileu França promove debate sobre a Lei de Emergência Cultural Projeto de lei foi aprovado na Câmara dos Deputados e será votado no Senado Federal.

 

O ITEGO em Artes Basileu França, instituto vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), realiza, por meio do projeto “Conecta – Compartilhando Saberes”, a live “Lei de Emergência Cultural – perspectivas”, nesta quarta-feira (03), às 19h. O evento virtual será transmitido pelo Instagram (@itegobasileuartes).

 

O “Conecta” visa contribuir com a compreensão da Lei de Emergência Cultural. Dessa forma, conta com a participação de profissionais que estão se atualizando e que trarão informações e esclarecimentos pertinentes sobre o Projeto de Lei 1075/2020, batizado de Lei Aldir Blanc (compositor e escritor que morreu vítima da COVID-19). O Projeto de Lei dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública, reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020.

 

Nesta edição, portanto, participarão o gestor cultural Constantino Isidoro, a diretora executiva do Festival Amazonas de Ópera, Flávia Furtado, e o ator, diretor de Teatro e Cinema e produtor, Norval Berbari.

Nesta edição, portanto, participarão o gestor cultural Constantino Isidoro, a diretora executiva do Festival Amazonas de Ópera, Flávia Furtado, e o ator, diretor de Teatro e Cinema e produtor, Norval Berbari.

No âmbito cultural, as complexidades que envolvem os artistas são diversas. Mas, com a pandemia provocada pelo novo coronavírus, uma triste história passou a acrescentar mais dificuldades à classe.   

Nesse sentido, muitas campanhas foram lançadas a fim de prestar assistência ao setor artístico, que teve, se não em sua totalidade, grande parte de suas atividades paralisadas. Com isso, a geração de renda de muitas famílias está comprometida, o que afeta inclusive o emocional dessas pessoas. 

Com as diversas problemáticas que envolvem o ser humano nas atuais circunstâncias, é importante salientar que a classe artística possui indubitável relevância para a sociedade como um todo. Isso porque a Arte proporciona o entendimento, a descoberta e o entusiasmo entre outras importantes formas de interagir com o indivíduo ou com a coletividade.

LIVE 27 MAI.jpg
conecta_musica,_dança_e_poesia_para_red

“De Música Dança o Coração” 

para site bf2.jpg
silas para live.bmp



Na terceira série será apresentado o Concerto para Trombone Alto de Georg Christoph Wagenseil. A escolha da peça foi baseada no pouco uso do instrumento para repertório solo. “No Brasil não se tem costume de utilizar esse instrumento nas orquestras, mas a diferença de timbre é nítida e convido a todos a reparar e perceber essa peculiaridade”, pontua Silas Falcão.

O concerto online “Eu e meu Trombone” compõe a série de lives do ITEGO em Artes Basileu França, integrando a campanha “Arte Solidária” (uma ação social desenvolvida para ajudar artistas que passam por dificuldades financeiras durante a pandemia da COVID-19), a fim de incentivar as pessoas a realizarem doações.

O ITEGO em Artes Basileu França, Instituto vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), apresenta mais uma live do projeto Conecta, neste domingo, às 20h, no Instagram (@itegobasileuartes). Nesta ocasião, será apresentado o concerto “Eu e Meu Trombone”, pelo trombonista Silas Falcão, com participação da pianista Adriana Lemes.

Serão apresentadas três séries de vídeos. Na primeira, o público poderá conferir o Romance para Trombone e Piano, de Axel Jorgensen, um compositor dinamarquês da primeira metade do século XX. Conforme explica Silas Falcão, poucos compositores dinamarqueses contribuíram tanto para o repertório de trombone como ele. “O romance é muito rebuscado e existe uma conversa entre o trombone e o piano”, comenta.

Na segunda série, haverá a execução da Sonata de Georg Philipp Tellemann. É uma peça de caráter barroco, com nuances entre velocidades e articulações, que se destaca por sua característica virtuosística. A escolha se deu pelo envolvimento afetivo de mais de 16 anos de Silas Falcão com a peça, que foi apresentada em seu primeiro recital de trombone, em 2004.

conecta para site1.jpg

O ITEGO em Artes Basileu França, Instituto vinculado à Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), dá continuidade ao projeto de lives promovidas durante o período de isolamento social ocasionado pela pandemia da COVID-19. Assim, a Escola de Artes lança, nesta quinta-feira (14), às 18h30, o projeto “Conecta – Compartilhando Saberes”, e realiza a primeira live impreterivelmente virtual, ou seja, os convidados e mediadores participarão diretamente de suas respectivas casas, a fim de preservar, ainda mais, a segurança de todos os envolvidos.

As apresentações virtuais compõem o projeto “Arte Solidaria”, cujo objetivo é a arrecadação de alimentos a serem doados para os artistas em situação de vulnerabilidade vivenciada no atual momento. Portanto, as lives representam um gesto de retribuição à comunidade e oferecem conteúdos culturais, artísticos, sobre saúde, comunicação, entre outros.

Nesta edição será discutido o tema “Economia, Arte e Criatividade em crise?”, com a participação de Sacha Witkowski, dançarino e gerente de Planejamento e Fomento do Estado de Goiás; Décio Coutinho, administrador de empresas e gerente da unidade de Negócios e Turismo do Sebrae em Goiânia (GO); e Juliano Silvestre, administrador de empresas, coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Produção Cênica do ITEGO em Artes Basileu França e presidente da Associação de Pais e Mestres do Basileu França.

O público poderá acompanhar as apresentações por meio das redes sociais do Basileu França (Facebook: @basileufrancaartes, Instagram: @itegobasileuartes e Youtube: @itegoemartesbasileufranca). Além disso, os interessados poderão interagir por meio do Whatsapp: (62) 98466-7013.

Concertos em Casa: Especial 'Dia das Mães'

Neste concerto, teremos todos os grupos sinfônicos do Basileu França juntos para um especial do 'Dia das Mães'. Teremos a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, Orquestra Juvenil Pedro Ludovico Teixeira, Coro Sinfônico Jovem de Goiás, BigBand Basileu França, Banda Sinfônica Jovem de Goiás e Orquestra Infantil Mozart.

Junino Sinfônico

O concerto é em comemoração às festas juninas e realizado pelos grupos sinfônicos do ITEGO Basileu França, que são: Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), Coro Sinfônico Jovem de Goiás (CSJG), Orquestra Pedro Ludovico Teixeira, Banda Sinfônica Jovem de Goiás (BSJG), Orquestra Infantil Mozart e BigBand Basileu França. Ao todo, são mais de 250 músicos e convidados envolvidos com este concerto.

Viva la vida

Junto com o nosso Coro Jovem, realizamos a gravação da música Viva la Vida - Coldplay para o nosso POPHITS Humanidades. Lembrando que por causa do período de isolamento social, cada músico gravou sua parte em home office e depois editamos todos os vídeos em um só.

QUINTETO DE METAIS

DA ORQUESTRA JOVEM DE GOIÂNIA

O Quinteto de Metais da OSJG é formado pelos bolsistas João Roberto, Daniel Soares, Ludwig Beethoven, Pedro Camargo e Willian Lino.

No repertorio abrangeremos desde o repertorio barroco até a MPB.

Live "Concerto em Casa" (1ª Edição)

Tiago Biscaro

Live "Concerto em Casa" (2ª Edição)

Marcos Almeida

Concerto em Casa

Arthur Villafãne

Eliézer Miranda

João Victor de Morais

Tiago Biscaro

Tudo o que precisamos!

Hino ao Amor!

Na ocasião da 6ª edição da série "Concertos em Casa" - idealizada e realizada pela Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás - gravamos essa bela canção para o nosso querido público. Esperamos que gostem!

Circo Basileu França - O Rei do Show

O Circo Basileu França traz ao público o espetáculo circense “O Rei do Show”, baseado no filme de 2017, que conta de maneira romanceada e questionadora a trajetória do showman P.T. Barnum, considerado um dos pais do circo moderno.

Quadrilha Acrobática

Festa Junina 2020

Teatro - Itego Basileu França

ESCOLA DO FUTURO EM ARTES EM ARTES BASILEU FRANÇA 2020